Manual de Previsão de Demanda no Transporte Aéreo - SITRAER 2017

29 Oct 2017

Reinaldo M. Del Fiaco

As análises históricas, condicionais e as projeções internacionais de fabricantes de aviões estimavam que a aviação no Brasil cresceria mais de 10% por ano a partir de 2011. Época essa, a Casa Civil, por meio do decreto n° 7.624/11, começou o plano de concessão dos aeroportos, sendo o Aeroporto de São Gonçalo o primeiro a ser entregue para a iniciativa privada. Diferentes da atual prática de regulamentação, os valores dos aeroportos eram superestimados e a previsão para zerar o valor presente líquido era de 15 anos, sendo uma concessão de 25 anos. 

 

Com os aeroportos sendo concessionados, a economia desacelerando, a demanda e a oferta estabilizando, então, o período para a recuperação do investimento passou a ser igual ao período de contrato de operação, mesmo esse podendo ser adiado e com a garantia da ANAC de devolver o valor de recuperação econômica-financeiro. 

 

As projeções de demanda para após 2011, traíram os planejadores de transportes. A ANAC ao seguir recomendações da OACI, atribuiu ao contrato de concessão a revisão do mesmo a cada 5 anos e diz que é necessário usar as melhores práticas do mercado para que as previsões de passageiros, aeronaves e cargas fossem mais próximo ao real.

 

 

Ao fazer a disciplina de Planejamento de Transportes no mestrado de Eng. de Transportes do Instituto Militar de Engenharia, aprendi a como estimar a demanda, vi artigos nacionais e internacionais utilizando de métodos econométricos sofisticados para o mesmo. Mas como piloto comercial, acostumado com manuais e regulamentos da aviação, me incomodei por não ter um manual de projeção de demanda do transporte aéreo em nível da nossa agência reguladora. Ao saber do evento SITRAER, um dos congressos mais antigos e maior credibilidade no transporte aéreo, decidi levar para a comunidade científica esse debate da necessidade de se ter um manual. Com isto, escrevi a metodologia, baseado em vários papers e livros, o básico para se estimar esses números que adequarão o nível de serviço e investimento dos aeroportos.

 

 

 

A previsão de demanda é empírico, ou seja, depende da experiência do planejador. As inferências estatísticas ajudam matematicamente à mostrarem a confiabilidade das variáveis envolvidas. 

 

O paper aceito no SITRAER exibe a previsão de demanda para o transporte aéreo internacional para o Aeroporto Rio Galeão, para o período de 2017 até 2024, anos esses que contemplam o período da primeira revisão do contrato do mesmo, a fim de contribuir com a ANAC e com a administradora do aeroporto. 

 

Para acessar o artigo faça o download acessando aqui ou acesse a publicação no Research Gate clicando aqui.

 

A Embarque Tec oferece serviços de previsão de demanda, oferta e análise de viabilidade econômica-financeiro. Entre em contato conosco, pois queremos contribuir com o sucesso do seu empreendimento e com a aviação.

 

 

Please reload

Principais Posts

Encerrada! Seleção para Pilotos!

May 16, 2019

1/10
Please reload

Advertising
Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Tags